Menu

Você sabe como ajudar alguém com depressão?

julho 22, 2019 - Emoções
Você sabe como ajudar alguém com depressão?

Saber como ajudar alguém com depressão é uma atribuição necessária a todos nós. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), existem cerca de 300 milhões de pessoas com esse transtorno, em todo o mundo. Isso significa que se ainda não conhecemos, com certeza ainda conheceremos alguém enfrentando essa dificuldade.

É importante entender, também, que não necessariamente a depressão se manifesta com todos aqueles sintomas clichês, já conhecidos. Uma pessoa depressiva ou que esteja passando por um luto pode, ainda, sorrir e continuar seus afazeres diários, como se tudo estivesse bem. 

O transtorno existe em seus diversos graus e, para entendê-lo bem, é necessário buscar, sempre, informações e orientações.

Continue a leitura e saiba como proceder nesse contexto!

Tenha paciência e escute

Ao buscar maneiras de como ajudar alguém com depressão, tenha isso em mente: nunca invalide os sentimentos de ninguém. Principalmente se você não tiver passado por algo parecido. Entenda que cada pessoa sente e interpreta um fato de acordo com a própria história de vida. 

Escute a pessoa, com paciência, já que o ato de falar costuma fazer bem. Você pode fazer questionamentos ou ajudá-la a olhar a situação com outra perspectiva. Mas evite fazer julgamentos ou dizer que ela não tem motivos para se sentir assim.

Também tenha em mente que vocês não precisam falar apenas da depressão. Conversar sobre vários outros assuntos que não remetam à tristeza ou aos problemas dela é uma atitude válida. 

Leia sobre o assunto

Ler sobre o tema é sempre positivo, já que a cada informação você amplia seus conhecimentos e pode adquirir mais insights de como lidar com a situação. Na internet, procure por fontes confiáveis, como os de órgãos da saúde. Participar de grupos de discussão, com outras pessoas que enfrentam o mesmo problema, também é válido. 

Com relação a assuntos delicados como esse, evite escutar pontos de vista subjetivos, superficiais ou piadas de influencers que não têm formação na área ou nunca passaram por isso.

Ofereça ajuda

Perguntar: “você precisa de algo?” ou “o que eu posso fazer para ajudar?” pode ser eficiente em alguns casos. No entanto, muitas vezes a própria pessoa não sabe identificar no que ela precisa de ajuda. 

Perguntas mais pontuais costumam trazer melhores resultados. Por exemplo, se você sabe que ela precisa realizar a coisa “X” durante a semana, questione especificamente: “você quer ajuda na coisa “X”?, ou “você quer que eu vá junto com você resolver a coisa “X”? 

Deixe claro que ela pode procurar por você nos momentos mais difíceis. 

Motive a pessoa a praticar atividade físicas

A prática de atividades está associada à ativação dos hormônios que trazem felicidade e bem-estar. Convide-a para uma caminhada, um passeio de bicicleta, descubra uma academia perto da casa dela. 

Meditação, mindfulness ou yoga também costumam ser funcionais nesse sentido, já que ajudam a trabalhar a atenção plena, aliviando os sintomas da depressão.

Saiba o que ela gosta de fazer

Cada um tem aqueles seus programas favoritos, certo? Saiba o que ela gosta de fazer, ou gostava, antes da depressão, e proponha programas juntos dela. Assista a filmes com ela, faça passeios no parque, mas evite deixá-la muitos dias sem sair de casa. Atividades prazerosas e o contato social são estímulos que tendem a melhorar o humor. 

No entanto, tente perceber qual o limite da pessoa, já que o equilíbrio é necessário.

Incentive a pessoa a procurar ajuda

Apesar da sua ajuda ser muito importante, só profissionais da saúde, como psicólogo e psiquiatra, são capazes de saber como proceder em cada caso. Assim, incentive-a a começar um tratamento. 

Como, muitas vezes, a própria pessoa não tem motivação ou energia para ir atrás de alguém, talvez esse papel seja seu. Informe-se sobre os profissionais que atendam o plano de saúde dela, se for o caso, marque as consultas e a leve, ao menos nas primeiras sessões.

Claro que essas sugestões não são as únicas existentes sobre como ajudar alguém com depressão. De qualquer forma, elas são um bom começo para que você auxilie a pessoa a enfrentar tudo com menos dificuldade.

Gostou do conteúdo? Então, curta e compartilhe-o nas redes sociais para que outras pessoas tenham acesso a essas informações! 

Texto escrito por:

Maricléia dos Santos Roman, Psicóloga graduada pela UPF/RS, Especialista em Saúde da Família, Juridica pela Unochapecó/ SC, Palestrante, Coach formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching- IBC, como Professional and Self Coaching, certificada nacionalmente pelo IBC e internacionalmente pelo European Coaching Association, Meta fórum internacional Global Coaching Comunity e Internacional of Coaching, analista Comportamental Certificada pelo IBC, Practitioner e Master em PNL pelo Instituto Sabbi/RS.